terça-feira, 10 de maio de 2016

Debate na TV Justiça abordou o mercado fitness no Brasil e segurança na realização de atividades físicas

Prof. Paulo Henrique Azevêdo, jornalista William Galvão e advogado Wanderson de Oliveira, ao final do debate


Programa contou com as participações do Prof. Paulo Henrique Azevêdo, da Universidade de Brasília e do advogado Wanderson de Oliveira.
O Brasil tem mais de 30 mil academias. Mas, o que faz o país ser o maior mercado fitness da América Latina. Além disso, ocupa o segundo lugar no mundo pela quantidade de empresas nesse setor, atrás apenas dos Estados Unidos.
O Programa Fórum da TV Justiça levantou a discussão sobre os cuidados que as pessoas devem ter quando contratam esse tipo de serviço, e quais são as obrigações das empresas e profissionais que trabalham nesse ramo.
Especialistas dizem que a alta procura por academias tem profissionalizado o mercado. “O Brasil reconheceu o profissional de educação física. Isso demonstra interesse por parte do cliente e de autoridades por qualificação nesse serviço”, avalia um dos convidados do programa, Paulo Henrique Azevêdo, doutor em Gestão de Esporte.
O Conselho Federal de Educação Física tem cerca de 160 mil profissionais registrados. Há a estimativa de que aproximadamente 50 mil ainda não são habilitados a exercer a profissão. “As academias precisam do profissional de educação física para definir os exercícios para os alunos. É o único profissional autorizado a realizar essa função”, orienta Paulo Henrique Azevêdo.
O profissional de educação física pode perder o registro. “Se for comprovada imprudência e negligência por parte do profissional, ele corre o risco de ter o registro cancelado”, afirma outro convidado do programa, Wanderson de Oliveira, advogado especialista em Responsabilidade Civil.

Clique na imagem abaixo e assista o debate na íntegra
video
Fórum Jus
Trata-se de um programa de debates ou entrevistas sobre os mais variados assuntos relacionados à Justiça, com a participação de especialistas do Direito e de outras áreas de atuação. O jornalista William Galvão comanda o programa e realiza uma mediação competente e imparcial. Este debate aconteceu no dia 04 de março de 2016.
Link para a reportagem: http://bit.ly/1VxDjkW

Nenhum comentário: